» Tratamentos

pergunta
patinho-de-borracha

NÃO, uma piscina não é apenas uma piscina. E, não, as piscinas não são todas iguais, como tal o seu tratamento de água também não deve ser.

A construção de uma piscina de qualidade, muito para além do próprio design da mesma, pode ser um projeto bastante complexo e variado até, uma vez que uma piscina pode servir diversos propósitos, e muitas das vezes a sua construção está limitada aos espaços envolventes. Normalmente somos chamados a construir piscinas para fins de lazer e conforto, relaxamento e terapia, ou até para finalidades mais desportivas. Independentemente do uso que lhe pensa dar, é sempre importante escolher o tratamento de água mais adequado às suas necessidades. Longe vai o tempo em que as piscinas eram apenas tratadas a cloro!

Sim, nós ajudamos realmente na escolha dos vários equipamentos de piscina e dos diversos sistemas necessários, tais como: sistema de bombagem, filtragem, entre outros. Nesta era tecnológica, e através dos equipamentos que comercializamos, poderá ter controlo total sobre a sua piscina, usando o seu smartphone, onde quer que esteja.

Agora que já sabe que pode contar com as nossas 2 décadas de experiência, fique a saber quais os sistemas de tratamento de água de piscina, mais comuns, no mercado.

Tratamento da água?
Magnésio, Sal ou Cloro?

Todos os tipos de tratamento da água de uma piscina apresentam as suas vantagens e desvantagens, no entanto e para maximizar a qualidade da água da sua piscina, pode sempre complementar o seu sistema de tratamento comum, com um sistema de tratamento mais avançado e eficaz como o de tratamento por raios ultra-violeta, que aumenta ainda mais os níveis de pureza e protecção da água da sua piscina. Em suma, o mais importante é escolher o que mais se adequa às suas necessidades reais.

Na loja Casa das Piscinas – Almancil, poderá informar-se detalhadamente sobre os diferentes tratamentos, já conceituados, no mercado.

Eis os tipos de tratamento de água de piscinas mais comuns:

Tratamento a Magnésio | Magna Pool - Zodiac

Quanto a nós o tratamento de águas de piscina, através de Magnésio, é em muitos dos casos a melhor opções. Eis as principais vantagens:

Solução exclusiva da eletrólise de magnésio.

Obtêm água pura e cristalina, entre outros benefícios visíveis.

Água suave para os seus olhos e para a sua pele, pelo que não existirão irritações oculares ou de pele.

Água sem odor ou sabor a cloro, e com 40% de cloraminas a menos.

Extrema limpidez e transparência da água.

Sem adição de produtos químicos de desinfecção.

Efeito clarificante, natural, resultante do magnésio.

Tratamento de água que respeita o meio ambiente.

Menor consumo de água.

Para resultados extraordinários, deverá utilizar os minerais MagnaPool, o filtro (vidro) e o clorador, tudo em conjunto.

Pode controlar o equipamento via Wi-Fi.

Tratamento a Sal

O sistema de tratamento de água da piscina a sal comum (eletrólise salina) está a ganhar popularidade em Portugal. Eis as principais vantagens:

A água não terá sabores ou odores.

Evita as irritações oculares e nas mucosas.

Evita a desidratação da pele e dos cabelos.

Aumenta a qualidade da água da sua piscina.

Inibe o crescimento e desenvolvimento de bactérias.

Reduz significativamente a utilização de produtos químicos.

Permite uma limpeza e manutenção, da sua piscina, mais fácil.

Permite que o seu corpo relaxe mais facilmente dentro de água e garante um ambiente mais limpo.

Reduz significativamente o custo de utilização de produtos químicos uma vez que o único produto a adicionar (por regra) na água é o sal comum. Assim, os custos de manutenção e os consumos elétricos são reduzidos significativamente.

Tratamento a Cloro

O tratamento da água da piscina a cloro ainda é um tratamento comum em Portugal, embora já comece a ser menos utilizado, por diversos motivos. Na Casa das Piscinas acreditamos que, na maior parte dos casos, este tipo de tratamento NÃO é o mais indicado, e como tal, infelizmente, conseguimos apontar mais desvantagens, do que vantagens.
Erradamente, as pessoas pensam que manter uma piscina a cloro é uma tarefa simples, fácil e rápida que não requer preparação ou protecção pessoal, mas não é bem assim!
Eis os erros mais comuns, e as nossas recomendações:

Por falta de conhecimento, tempo ou paciência, por vezes a pessoa "responsável" pela piscina joga cloro dentro da piscina esquecendo critérios importantes como a quantidade de cloro a usar, o seu tempo de atuação antes da piscina poder ser utilizada em segurança, entre outras negligências.

Doses erradas de cloro podem vir a danificar o revestimento da sua piscina, o que afectará a estética e segurança da mesma.

Deitar cloro na piscina em horas de muito calor. Dependendo da intensidade do sol, o cloro poderá vir a não produzir os efeitos desejados pois poderá durar apenas minutos, se utilizado nestas circunstâncias. Escolha um cloro adequado e aplique no fim do dia, ou de manhã mais cedo.

O cloro é um elemento extremamente corrosivo. Não o misture em baldes metálicos, nem o deixe entrar em contato com outros elementos metálicos, de forma a não os oxidar.

O cloro não só oxida os metais, como também pode causar danos à nossa pele. Utilize as devidas luvas de protecção (o cheiro do cloro permanece na pele por longas horas) e proteja também os olhos quando for aplicar cloro.

Utilize máscara de protecção das vias aéreas (boca e nariz). O cloro granulado é perigoso, mas o cloro em pó é ainda mais perigoso.

Tratamento a Raios Ultra - Violeta
Bio - UV

*** O sistema Bio – UV, por raios ultra – violeta é um complemento ao seu sistema de tratamento de águas de piscinas e é especialmente indicado para piscinas de grandes dimensões e/ou para piscinas públicas, devido às grandes quantidades de água a tratar e ao elevado número de utilizadores. Peça mais esclarecimentos na nossa loja, em Almancil.

Scroll Up